terça-feira, 20 de junho de 2017

Canção sobre "Sala das Torturas"

Os alunos do 4.º AS, turma da professora Clorinda Gonçalves, escreveram e interpretaram a canção sobre "A Sala da Tortura", no âmbito do projeto Contos Terra a Terra II, que agora entra na fase de apreciação pelo júri que irá analisar os poemas, textos e ilustrações que irão ser escolhidos para o livro do projeto.

quarta-feira, 14 de junho de 2017

"Quadras ao Gosto Popular":proposta do Ventoinhas

Depois de leres algumas "Quadras ao Gosto Popular", de Fernando Pessoa, escolhe uma que gostes, copia-a para uma folha branca e ilustra-a a teu gosto… Ou podes, ainda, escolher uma(s) quadra(s) e assinalar com um lápis de cor, as palavras que rimam entre si!


terça-feira, 13 de junho de 2017

Santos Populares na EB1/JI de S. Estêvão das Galés

Na EB1/JI de Santo Estêvão das Galés a quadra dos santos populares não passou ao lado... Na biblioteca "O Ventoinhas" foram lidos textos alusivos ao Santo António. No âmbito da componente de apoio à família, foi produzido um expressivo painel como mostra a imagem.
Professor Paulo Oliveira


segunda-feira, 12 de junho de 2017

"Sala da Tortura": poema para os Contos Terra a Terra II

A EB 1/JI de Santo Estêvão das Galés participou na segunda edição do projeto "Contos Terra a Terra", com ilustrações ( JI, 1º e 2º anos de escolaridade) e poemas (3º e 4º anos).
Foi selecionado para a fase final (apreciação por um júri de âmbito municipal) o poema "Sala da Tortura" (trabalho coletivo da turma do 4º ano): ler aqui.


S. Estêvão das Galés presente no concurso "Conta-nos uma história!"

O Ministério da Educação (ME), através da Direção-Geral da Educação (DGE), do Gabinete da Rede de Bibliotecas Escolares (RBE) e do Plano Nacional de Leitura (PNL), em parceria com a Microsoft e a Associação Portuguesa de Professores de Inglês (APPI), realizou a 8.ª edição do concurso "Conta-nos uma história!".
Como assinalam os organizadores, esta iniciativa “pretende fomentar a criação de projetos desenvolvidos pelas escolas de Educação Pré-Escolar e 1.º Ciclo do Ensino Básico que incentivem a utilização das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), nomeadamente tecnologias de gravação digital de áudio e vídeo”, que, saliente-se, têm sido trabalhadas na biblioteca “O Ventoinhas” com o apoio do professor Mário Gomes em colaboração com vários docentes.
A EB1/JI de Santo Estêvão das Galés participou neste concurso através das turmas do 3º e 4º anos de escolaridade (professoras Margarida e Clorinda), a primeira com um áudio em português (“Trutas em apuros”) e a segunda com um vídeo em inglês (“The miracle of roses”).

Professor Paulo Oliveira

 Trutas em Apuros
"Trutas em Apuros" (clica na truta para ouvir)
"The Miracle of Roses" (clica na imagem para ver)
   

quinta-feira, 8 de junho de 2017

“Contos Terra a Terra II”: sessão animada em Santo Estêvão das Galés

Sete das 25 utentes do Centro de Dia da Santa Casa da Misericórdia da Venda do Pinheiro  (uma das senhoras, a Dona Francelina, com a bonita idade de 98 anos!), participaram no encontro, que se transformou também em convívio, com alunos da EB1/JI de Santo Estêvão das Galés, realizado na manhã de 7 de junho (quarta-feira), em instalações gentilmente cedidas pela autarquia local.
A turma da professora Margarida (20 alunos do 3º ano de escolaridade) leu passagens de um texto dedicado à comemoração dos 300 anos do lançamento da primeira pedra da basílica do Palácio Nacional de Mafra. Em foco esteve a lenda sobre uma “sala de tortura” que ali terá existido.
Recorde-se que, em breve, será produzida uma segunda edição do livro “Contos Terra a Terra”, projeto da Câmara Municipal de Mafra e das Freguesias e Uniões das Freguesias do concelho, em articulação com a rede das Bibliotecas Escolares de Mafra, que pretende valorizar e preservar o património cultural imaterial local.
Na sessão realizada em Santo Estêvão das Galés ´também estiveram presentes representantes da União de Freguesias (Maria João Baptista) e da SCMVP (Joana Baptista) e os professores do Agrupamento, Mário Gomes e Paulo Oliveira.
Além das leituras feitas pelos alunos, a sessão teve também como pontos altos os testemunhos de vida e de trabalho das senhoras presentes, um momento de poesia e alguns cânticos em que a professora Margarida revelou os seus dotes vocais.
Professor Paulo Oliveira


terça-feira, 6 de junho de 2017

Feira setecentista em S. Estêvão das Galés

Mesmo na ponta final do ano letivo 2016/2017, a EB1/JI de Santo Estêvão das Galés promove uma Feira Setecentista, que está a ser preparada com grande entusiasmo. A iniciativa decorrerá no dia 23 de junho (sexta-feira).
A reportagem do Ventoinhas foi ao encontro da Coordenadora do estabelecimento para confirmar alguns pormenores desta feira: "Teremos várias barraquinhas, incluindo uma feira do livro usado; "comes-e-bebes", com destaque para as febras e o caldo verde; doçaria regional, trabalhos feitos por alunos, artesanato, queijos, frutas e legumes".
A professora Madalena acrescenta: "Lançamos um forte apelo ao envolvimento e colaboração dos pais e encarregados de educação e a toda a comunidade educativa". 
No dia 23, quem circular por Santo Estêvão das Galés não se admire se se cruzar com lavadeiras, padeiros, oleiros e camponeses setecentistas...

Professor Paulo Oliveira


segunda-feira, 5 de junho de 2017

O Ventoinhas com novos livros

"O Rei dos Tubarões", de Pedro Jardim (autor quer esteve recentemente na EB1/JI de Santo Estêvão das Galés a convite do Ventoinhas) ou "Alerta no Zoo, de António Almeida e Orlando Strecht-Ribeiro, são dois dos novos livros que, na ponta final deste terceiro período letivo, vieram enriquecer as prateleiras da biblioteca "O Ventoinhas", e que já podem ser requisitados.

Professor Paulo Oliveira



quinta-feira, 1 de junho de 2017

Toca a mexer! Sessão de zumba foi um êxito na EB 1/JI de S. Estêvão das Galés!

Foi um êxito a sessão de "zumba" realizada esta manhã na EB1/JI de Santo Estêvão das Galés. O 1 de junho, Dia Mundial da Criança, não podia ser assinalado da melhor forma, num ritmo contagiante que mobilizou alunos, funcionárias e professores. Helena Duarte foi a animadora de serviço e conseguiu pôr toda a gente a mexer, naturalmente uns com mais, outros menos harmonia de movimentos... Claro que o Ventoinhas não pôde faltar!
Recorde-se que da parte da tarde haverá gingana e discoteca. Em Santo Estêvão das Galés, o Dia da Criança é um (verdadeiro!) espetáculo.
Professor Paulo Oliveira


quarta-feira, 31 de maio de 2017

Painel artístico suscita curiosidade das famílias

Está concluído o painel coletivo dedicado aos 300 anos do lançamento da primeira pedra da basílica do Palácio Nacional de Mafra (ver aqui programa oficial das comemorações) que é uma das iniciativas que está a assinalar, em tom de festa, o Dia Mundial da Criança na EB1/JI de Santo Estêvão das Galés.
O painel - um criativo trabalho em desenho -, realizado por alunos e professores, retrata o majestoso Palácio, a Tapada e a Ericeira e está localizado no hall exterior da escola. Muitos encarregados de educação já fotografaram este painel que impressiona pela sua beleza, pelo seu colorido e pela sua dimensão.
Professor Paulo Oliveira


As melhores pizzas da zona Oeste...

Os sabores das melhores pizzas da zona Oeste foram produzidos pelos alunos da EB1/JI de Sto. Estêvão das Galés, nesta quarta-feira, último dia do mês de maio. A iniciativa, integrada na Semana do dia Mundial da Criança (1 de junho), decorreu no Centro de Dia desta localidade, gentilmente cedido pela Junta de Freguesia. Nesta aventura, os alunos contaram com o apoio da Associação de Pais, de professores e funcionárias. O Ventoinhas provou e aprovou estas maravilhosas pizzas.
Professor Paulo Oliveira


Arte, gincana, zumba, pizzas e discoteca assinalam Dia da Criança em S. Estêvão!

Um painel coletivo dedicado aos 300 anos do lançamento da primeira pedra da basílica do Palácio Nacional de Mafra (ver aqui programa oficial das comemorações) é uma das iniciativas que está a assinalar, em tom de festa, o Dia Mundial da Criança na EB1/JI de Santo Estêvão das Galés.
O painel - um criativo trabalho em desenho -, realizado por alunos e professores, retrata o majestoso Palácio, a Tapada e a Ericeira e está localizado no hall exterior da escola. 
Semana dedicada ao Dia da Criança (1 de junho) em S. Estêvão das Galés inclui ainda uma sessão/atelier, na quarta-feira, 31 de maio, no Centro de Dia desta localidade, cedido pela Junta de Freguesia, em que os alunos confecionam pizzas diversas.
No dia 1 de junho, de manhã,  haverá uma aula de zumba, dirigida por uma especialista, seguida de gincana.
As tardes desta Semana dedicada à criança serão animadas por numa discoteca, que promete ritmo e convívio.
A comunidade educativa está convidada!

Professor Paulo Oliveira


Keep Calm and Read!

A exploração dos livros em língua inglesa, que têm sido adquiridos para a Biblioteca "O Ventoinhas", continua. Hoje, dia 31 de maio, foi a vez da obra "What's in the Witch's Kitchen?", de Nick Sharratt.
A articulação com a docente de Inglês, Anabela Camilo, tem-se revelado uma mais-valia para a leitura e interpretação destes divertidos livros, cheios de novo e relevante vocabulário.
O entusiasmo e a animação dos alunos nestas atividades têm reforçado a importância destas atividades que trazem a língua inglesa para a nossa biblioteca.


quinta-feira, 18 de maio de 2017

"Gema, a Galinha muito Verde" na biblioteca "O Ventoinhas"

Ouvir uma (interessante) história, cantar uma canção, descobrir sons e dançar - o desafio, lançado por Sílvia Filipe, foi calorosamente acolhido pelos alunos da Sala Verde, Sala Azul, 1º e 2º anos da EB1/JI de Santo Estêvão das Galés. A escritora-cantora apresentou, nesta quinta-feira, na biblioteca "O Ventoinhas",  o seu livro "Gema, a Galinha muito Verde"(Alfarroba Edições) , com ilustrações de Célia Duarte. Foram, sem dúvida, momentos de grande animação. Sílvia Filipe tem que voltar! "Sonhem muito, brinquem muito, aprendam muito, sejam felizes" - foi a mensagem deixada pela autora em Santo Estêvão das Galés.


Professor Paulo Oliveira


quarta-feira, 17 de maio de 2017

"Keep calm and read!"

No âmbito do projeto "Ler+", têm sido adquiridos para a biblioteca "O Ventoinhas" alguns livros em língua inglesa, que são apresentados em sessões realizadas em articulação com a professora de Inglês, Anabela Camilo. Nesta quarta-feira, dia 17 de maio, foi trabalhado, com os alunos do 3º e do 4º anos, o livro "Who´s in the Loo"?, de Jeanne Willis e Adrian Reynolds.


terça-feira, 16 de maio de 2017

Uma história-canção na biblioteca "O Ventoínhas"

"Gema, a Galinha muito Verde"(Alfarroba Edições) é a história-canção que animará a EB1/JI de Santo Estêvão das Galés já na próxima quinta-feira, dia 18. Teremos na biblioteca "O Ventoinhas" a autora, Sílvia Filipe, que realizará sessões com os alunos da Sala Verde, Sala Azul, 1º e 2º anos. Célia Duarte assina as ilustrações. Estarão também disponíveis outros trabalhos de Sílvia Filipe, como o livro/CD "Angili e o Guarda-Sonhos".
Professor Paulo Oliveira


segunda-feira, 15 de maio de 2017

Criação poética

A turma do 2.º ano continua a trabalhar a criatividade, desta vez na escrita de poesia. Sobre a praia, o sol, o mar ou o rio, foram diversos os tópicos que serviram de motivação à escrita poética. A criatividade é fundamental! Os resultados estão a ser fantásticos.


TICs ao serviço da apresentação de trabalhos

A turma do 3.º ano da EB 1 de Santo Estêvão das Galés iniciou hoje a preparação de apresentações, com recurso às TIC, partindo de fotografias de trabalhos produzidos ao longo do ano letivo, alguns relacionados com a vinda de autores à escola, sobre a água (esse bem precioso), os distritos de Portugal, entre outros.  Estas novas apresentações serão aqui divulgadas brevemente.  



quinta-feira, 11 de maio de 2017

O prometido é devido...


O prometido é devido... e o processo de escolha da acompanhante do "Ventoínhas" está a decorrer, com entusiasmo. Em breve divulgaremos aqui a figura escolhida. Levantando (um pouco) a ponta do véu, podemos dizer que a conhecida mascote da biblioteca da EB1/JI de Santo Estevão das Galés terá, como companhia permanente, uma destas três simpáticas personagens: "Florzinha", "Luisinha" ou "Maívis", as três muito expressivas e coloridas...
Prof. Paulo Oliveira


quarta-feira, 10 de maio de 2017

"A sala da tortura", um poema da Professora Clorinda Gonçalves



A turma do 4.º AS, de Santo Estêvão das Galés, como destacamos noutra peça, esteve a trabalhar em poesia um texto ("A sala da tortura"), no âmbito do terceiro centenário da colocação da primeira pedra da Basílica do Palácio Nacional de Mafra. O que os alunos não sabiam é que a sua professora, Clorinda Gonçalves, tem um jeito especial para os versos. Ora, vejam lá se não temos razão:

"A sala da tortura"

Contava o povo antigamente,
Que um segredo, o Palácio guardava.
Como o gentio mente…
Que um cemitério ou igreja lá estava!

O Palácio, pedra a pedra, crescia
Com o trabalho do construtor.
Para lá das horas do dia…
Começou a ouvir a voz do rumor.

Entre andaimes e pedraria
Os gritos, o homem procurou…
Desde, a nave da igreja até à sacristia.
Mas, nada encontrou!

No desespero daquele gritar,
O construtor não parou.
Quando à sala da tortura foi dar…
Tal foi o terror com que se deparou!

Ao pobre do construtor,
Nem o seu ofício lhe valeu!
Pois, a sala do horror…
A forca lhe ofereceu!

Clorinda Gonçalves



"ContosTerra a Terra": sessão animada na biblioteca "O Ventoinhas"


O terceiro centenário da colocação da primeira pedra da Basílica do Palácio Nacional de Mafra está a suscitar vivo interesse em todo o país e, naturalmente, nas escolas e, de forma muito expressiva, nos estabelecimentos de ensino localizados no concelho de Mafra, como é o caso da EB1/JI de Santo Estêvão das Galés, que ainda este mês levará todos os seus alunos ao importante monumento nacional.
Nesta quarta-feira, 10 de maio, a turma da professora Clorinda esteve na biblioteca "O Ventoínhas" para uma animada sessão dinamizada pelo professor-bibliotecário, Mário Gomes. Objetivo: trabalhar, em poesia, a segunda edição dos Contos a Terra a Terra. O balanço é muito positivo, tendo os alunos (e a professora !) revelado uma veia poética de grande qualidade.
Estão envolvidos nesta comemoração a Direcção Geral do Património Cultura/Palácio Nacional de Mafra, a Câmara Municipal de Mafra, a Escola das Armas, a Tapada Nacional de Mafra e a Paróquia de Santo André de Mafra.

Professor Paulo Oliveira

Ver aqui programa das comemorações: Mafra 300 anos programa.pdf


"Estamos mesmo a Ler!": prémio já entregue!

A equipa "H.A." foi a vencedora, na EB 1 /JI de Santo Estêvão das Galés,  do concurso "Estamos mesmo a Ler!" que decorreu recentemente na biblioteca "O Ventoinhas". Recorde-se que o desafio foi responder a um conjunto de questões sobre o livro "O Aquário", da autoria de João Pedro Mésseder, com ilustrações de Gémeo Luís.
A dupla vencedora recebeu um cheque-brinde da FNAC.


segunda-feira, 8 de maio de 2017

Professor Mário Gomes em entrevista: “Os livros fazem-nos crescer por dentro!”

“O Ventoinhas” ouve diariamente as opiniões dos muitos alunos que nos visitam. Recentemente, vários utilizadores da biblioteca da EB 1/JI de Santo Estêvão das Galés lançaram o desafio de entrevistar algumas personalidades da comunidade educativa. E os primeiros nomes escolhidos foram o Professor Mário Gomes, docente bibliotecário; a Professora Madalena Menezes, Coordenadora do estabelecimento; a Dona Fernanda, funcionária; o Professor Luís (1º/AS) e a Direção da Associação de Pais e Encarregados de Educação. Estas entrevistas serão divulgadas aqui neste blog ao longo do terceiro período letivo, momento em que também decorrerá uma breve oficina de trabalho, com a divulgação de livros "técnicos" dedicados à história da imprensa e ao jornalismo.
O primeiro a responder foi o Professor Mário Gomes, que refere a dado passo: “Os livros fazem-nos crescer por dentro!”. Vale a pena ler as suas declarações. 





Ventoínhas - Há quantos anos trabalha no ensino? E como bibliotecário?
Professor Mário Gomes (M.G.) - Comecei a trabalhar como professor em 1997, portanto há quase 20 anos. Logo após concluir a licenciatura. Fui sempre professor em escolas públicas. Ao longo destes 20 anos, tenho-me proposto para o exercício de diversas funções, porque tento dar o meu melhor contributo para a aprendizagem dos alunos e para o funcionamento das escolas. Como gosto muito de ler e gosto muito de livros, sempre colaborei com as bibliotecas das escolas onde trabalho. Já tinha sido coordenador de uma biblioteca, há mais de 10 anos, e este ano letivo pensei em voltar.

Ventoinhas – Trabalhou na direção de alguma escola?
M.G. - Já estive em direções de agrupamentos de escolas, inclusive já fui diretor.


Ventoinhas –  Para ser professor bibliotecário é preciso ter um curso especial?
M.G. -
Sim. É preciso fazer uma especialização. Os adultos chamam-lhe pós-graduação.

Ventoínhas – E foi difícil?
M. G. -
Como nunca deixei de estudar, não me custou nada. Já tinha feito vários cursos e pensei que seria interessante aprender mais sobre as bibliotecas escolares, para poder dar um contributo ainda melhor.

Ventoínhas -  O que gosta mais: dar aulas ou trabalhar numa biblioteca escolar?
M. G. -
Depende. Há fases em que prefiro dedicar-me só ao trabalho com turmas. Mas, como gosto de me desafiar, quis experimentar esta oportunidade de contribuir para que as crianças e jovens do nosso Agrupamento de Escolas gostem tanto de ler como eu gosto. Os livros contribuem para o desenvolvimento da nossa inteligência e para o nosso desenvolvimento enquanto pessoas. Os livros são portas escancaradas para o mundo. Com eles podemos ir a sítios onde nunca fomos, inclusive a sítios que só existem na imaginação. Também podemos conhecer personagens que podem nem sequer existir. Ora, se eu gosto tanto de ler, gostava de poder ajudar a que mais pessoas também gostem.


Ventoínhas - Em quantas escolas é que já trabalhou até hoje?
M. G. -
Contando com este Agrupamento de Escolas, já trabalhei em cinco.

Ventoínhas – E já tinha trabalhado em Mafra?
M.G. - Já tinha trabalhado uma vez no concelho de Mafra e estava com muita vontade de voltar. Neste concelho de Mafra, acredita-se muito na importância da escola: as escolas estão cuidadas e têm recursos e equipamentos. Concorri e tive a sorte de vir trabalhar neste Agrupamento de Escolas. Nas duas bibliotecas em que trabalho, tanto aqui em Santo Estêvão das Galés como no Milharado, as bibliotecas são boas e têm bons recursos. Claro que queremos mais e melhor, mas são mesmo as melhores de todas as escolas onde já trabalhei.

Ventoínhas – Já sabe quando é que é eleita a figura que será o/a futuro/a acompanhante do Ventoinhas?
M.G. -
Estamos quase a divulgar os resultados. Quisemos propositadamente que a divulgação fosse mais para o final do ano letivo. Não tem sido uma tarefa fácil escolhermos a companhia para o Ventoinhas. Houve muitas participações e com muita qualidade.

Ventoínhas – Acha que, no futuro, será possível trazer mais autores à nossa escola?
M.G. -
Claro que sim! Todos os períodos temos proporcionado a vinda de dois autores. Este terceiro período, como é mais pequenino, talvez só tenhamos um encontro. Mas, claro que sim. É muito importante esse contacto com aqueles que criam os livros.

Ventoínhas – Quer deixar alguma mensagem aos alunos da EB1/JI de Santo Estêvão das Galés?
M.G. -
Sim. Não consigo deixar de desejar a todos os alunos que continuem sempre e mais e mais a alimentar o gosto de ler porque, como disse, os livros não têm contraindicações. Quero dizer: só fazem bem. Fazem-nos crescer por dentro!



quarta-feira, 26 de abril de 2017

"Do you speak english?"


No âmbito do projeto Ler+ têm sido adquiridos, para a biblioteca "O Ventoinhas",  vários  livros em inglês, que têm suscitado vivo interesse por parte dos alunos. As histórias têm sido apresentadas em parceria com as docentes de Inglês, como sucedeu nesta quarta-feira, 26 de abril.
"Dear Zoo" (Querido Zoo) , de Rod Campbell, e  "Who´s in the loo?" (Quem está na sanita?), de Jeanne Willis e Adrian Reynolds,  são dois dos "eleitos"  pelos frequentadores da nossa biblioteca.
Professor Paulo Oliveira


segunda-feira, 24 de abril de 2017

23/abril - Dia Mundial do Livro

Sob o slogan "Faça da Leitura uma Causa de Vida", celebrou-se, ontem, dia 23/abril, o Dia Mundial do Livro. Coincidindo com a comemoração do 150.º aniversário da abolição, em Portugal, da pena de morte, é uma excelente oportunidade para reafirmar o livro como uma janela aberta para o mundo, alimentando a liberdade e fortalecendo a formação.
Durante esta semana, na nossa escola, iniciaremos os dias com uma leitura, no âmbito da iniciativa "Alvorada da Leitura 2017".


Alvorada da Leitura 2017

Decorre, durante esta semana, a iniciativa "Alvorada de Leitura", assinalando o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor. De 24 a 28 de abril, o dia começará com a leitura de um texto pelos educadores/professoresA equipa da biblioteca escolar selecionou e divulgou esses textos junto dos educadores/professores.


sexta-feira, 31 de março de 2017

“Jornalistas por um dia”

“O Ventoinhas” ouve diariamente as opiniões dos muitos alunos que nos visitam. Recentemente, vários utilizadores  da biblioteca da EB 1/JI de Santo Estêvão das Galés lançaram o desafio de entrevistar algumas personalidades da comunidade educativa. E os primeiros nomes escolhidos foram o Professor Mário Gomes, docente bibliotecário; a Professora Madalena Menezes, Coordenadora do estabelecimento; a Dona Fernanda, funcionária; o Professor Luís (1º/AS) e a Direção da Associação de Pais e Encarregados de Educação.
A preparação das entrevistas avança em bom ritmo e o primeiro a responder será o Professor Mário Gomes. Estas entrevistas serão divulgadas aqui neste blog ao longo do terceiro período letivo, momento em que também decorrerá uma breve oficina de trabalho, com a divulgação de livros, tais como “Documentos para a história  da tipografia portuguesa nos séculos XVI e XVII” (Venâncio Deslandes), “Imprensa periódica mafrense” (CM Mafra), “Roteiro/ arte e técnica de escrever para cinema e televisão” (Doc Comparato), “Manual de Escrita Jornalística – escrevo, informo, convenço” (Jean-Luc Martin-Lagardette), “Manuel do Jornalista” (Daniel Ricardo) , “O que é o jornalismo?” (Vladimir Hudec)  e ainda a bíblia desta arte, o célebre “Manual de Jornalismo” (Ricardo Cardet). Para a dinamização desta “oficina” contamos com a colaboração especial da Professora Clorinda.
Professor Paulo Oliveira


quinta-feira, 30 de março de 2017

Estamos mesmo a ler!

Na EB 1/JI de Santo Estêvão das Galés o concurso "Estamos mesmo a ler" registou a participação de três equipas, dum total de cinco inscritas. Já depois das aulas, na biblioteca "O Ventoinhas", responderam ao questionário sobre o livro "O Aquário", do escritor João Pedro Mésseder (com ilustrações de Gémeo Luis) as formações "Supercoelhinhos da leitura", "H.A." e  "Água Doce".
E o desafio da prova confirmou-se: os concorrentes divertiram-se a ler+ e a responder por escrito às 11 questões colocadas.Os participantes receberam pequenas lembranças. Para as melhores provas haverá surpresas...
Prof. Paulo Oliveira


quarta-feira, 29 de março de 2017

Alunos contribuem para o enriquecimento da fábula criada pelo Prof. Paulo Oliveira

A história "Unidos Jamais Seremos Vencidos" foi apresentada de novo na Biblioteca Escolar "O Ventoinhas", desta vez à turma da Professora Madalena (2.º AS).
O Professor Paulo Oliveira contou esta breve fábula, da sua autoria, que se “passa” numa zona da Beira Alta e em que são os animais, das quintas e nos seus habitats naturais, que, face à inércia dos habitantes e das autoridades locais, chamam a si a responsabilidade de defender, com coragem e determinação, um rio ameaçado, onde já não há vida.
A ação concertada dos animais (todos a “gritar” intensamente de meia em meia hora, deixando os habitantes à beira de um ataque de nervos…) obrigou os humanos a limparem o rio e a acabarem com as descargas poluentes. A pouco e pouco, fauna e flora voltaram. Tal como as crianças que regressaram aos banhos de Verão nas belas praias fluviais do rio renascido.
“Unidos jamais seremos vencidos” – foi o grito de alegria entoado pelos animais, reunidos em assembleia magna dirigida pela vaca Cornélia, o burro Bráulio, o galo Jeremias, o lobo Horácio e cavalo Veloz. Os alunos do 2.º AS deixaram contributos para o enriquecimento da história.
Em breve será inaugurada uma exposição com desenhos feitos pelos alunos e será instalado um aquário virtual com exemplares de peixes de rio. A coisa promete...

segunda-feira, 27 de março de 2017

Semana da Leitura 2017 - "O prazer de Ler"

Inicia-se, hoje, dia 27 de março, a 11.ª edição da Semana da Leitura, com o propósito de convidar as escolas a celebrarem a leitura, com iniciativas de leitura que traduzam ambientes plurais que motivem a participação das crianças e dos alunos em atividades de leitura, ilustrando o conceito «O prazer de Ler».
Na Biblioteca Escolar "O Ventoinhas", serão diversas as iniciativas, destacando-se a projeção de histórias contadas e ilustradas por alunos da escola, momentos de leitura, pelos alunos de 3.º às crianças de Educação Pré-Escolar e a projeção da obra "Vamos Contar um Segredo". Haverá, ainda, momentos dedicados à ilustração da história "Unidos, Jamais Seremos Vencidos" (da autoria do Prof. José Paulo Oliveira) e à audição de contos diversos.
No dia 29 de março, quarta-feira, será o dia da prova do concurso "Estamos Mesmo a Ler+".


sexta-feira, 24 de março de 2017

Água, esse bem precioso - "Ventoinhas" distribui 4.º texto de apoio

A equipa da Biblioteca Escolar "O ventoinhas" distribuiu o 4.º texto de apoio sobre a temática da preservação da água.
Os textos, recolhidos essencialmente da imprensa nacional, relacionam-se com esta que tem sido uma temática transversal, durante o ano letivo.
Os textos recolhidos e distribuídos pelos grupos e turmas encontram-se também disponíveis em lugar de destaque, na nossa biblioteca.

Fonte: http://www.cm-borba.pt

terça-feira, 21 de março de 2017

“Ventoinhas” comemorou Dia Mundial da Poesia

A Biblioteca “O Ventoinhas” comemorou (terça-feira, 21 de março) o Dia Mundial da Poesia, incentivando a escolha de livros com poemas para leitura presencial. A estante da poesia conheceu uma azáfama fora de série. Aqui para nós, se calhar até ficou desarrumada durante umas horas…
Muitos alunos leram poemas para dentro outros, talvez a maioria, em voz alta. E o professor de serviço também. Recorreu ao amigo José Fanha e deixou no ar estas sábias palavras:


Todas as Bibliotecas
Todas as bibliotecas estão cheias de lágrimas

E crinas de cavalos verdes

Todas elas são forradas

Com o canto proibido das sereias.

Em todas elas

– repara –
Os livros são labaredas
No silêncio das paredes

José Fanha

Bom dia, Primavera! Há festa em S. Estêvão das Galés!

Haverá melhor maneira de assinalar o equinócio da Primavera do que realizar uma feira aberta a toda a comunidade educativa?
Das palavras passou-se à ação na EB 1/JI de Santo Estêvão das Galés. A iniciativa é da Associação de Pais e Encarregados de Educação, no âmbito do Plano Anual de Atvidades, e apresenta uma diversificada banca com artesanato, brindes, produtos hortícolas, doçaria regional, trabalhos feitos em sala de aula  e uma coleção de alfaces-bebé em vasos reciclados. 


segunda-feira, 20 de março de 2017

“Mais de 600 milhões de crianças viverão com falta de água até 2040” - Alguém ficou incomodado?


A notícia surgiu na agenda mediática com relativo destaque. Foi perdendo “força” ao longo do dia. Outras matérias, de âmbito nacional e internacional, outras “polémicas”, outros “acidentes”, outras notícias fantásticas do mundo do “jet7” e das “fofocas universais”, acabaram por ganhar terreno. É normal. Pensa o editor do influente órgão de comunicação social: valerá a pena mandar alguém para a rua em reportagem para saber o que pensam os cidadãos desta notícia: cerca de 600 milhões de crianças viverão em zonas onde falta a água até 2040, segundo o alerta da organização das Nações Unidas para a educação e infância.
Será novidade? Venderá audiências? O editor ainda se interroga um pouco mais e depois descobre uma segunda nota neste apontamento do dia: segundo o relatório da Unicef as crianças mais pobres serão as mais afetadas. E aqui o editor volta a torcer o nariz: onde é que está a novidade?...
Poderia talvez (dizemos nós…) haver algum interesse na informação sobre os 36 países que já vivem com níveis “extremamente altos” de ‘stress hídrico’, ou seja, recursos muito limitados de água potável… Isso, possivelmente, também não faz audiência…por isso, arquive-se!
“Temperaturas mais elevadas, o aumento do nível do mar, o aumento de inundações, as secas e o derretimento do gelo” são algumas das razões para a situação, como alerta a Unicef. Mas isso, diz o senhor que manda no noticiário, isso fica para os ecologistas…

O que vale é que ainda temos muita gente que se preocupa e que é sensível face a estes reais problemas da Humanidade. A começar, sem dúvida, pelas crianças e jovens nas nossas escolas.
Prof. Paulo Oliveira


“Unidos jamais seremos vencidos”

A biblioteca “O Ventoinhas”, como habitualmente nas manhãs de segunda-feira, recebeu hoje, dia 20 de março, a Sala Azul e a Sala Verde.
A atividade, desdobrada em duas sessões, transformou-se numa animada sensibilização para os desafios da sustentabilidade e de defesa do meio ambiente. Além dos grupos de educação pré-escolar, esta atividade destina-se também a alunos do 1.º Ciclo.
O Professor Paulo Oliveira contou uma breve fábula, da sua autoria, que se “passa” numa zona da Beira Alta e em que são os animais que, face à inércia dos habitantes e das autoridades locais, chamam a si a responsabilidade de defender, com coragem, um rio ameaçado, onde já não vivem peixes (truta, sável, boga, enguia, barbo, fataça, lampreia, carpa, achigão…), nem rãs, nem mesmo plantas…
A ação concertada dos animais (todos a “gritar” intensamente de meia em meia hora, deixando os habitantes à beira de um ataque de nervos…) obrigou os humanos a limparem o rio e a acabarem com as descargas poluentes. A pouco e pouco, fauna e flora voltaram. Tal como as crianças que regressaram aos banhos de Verão nas belas praias fluviais do rio renascido.
“Unidos jamais seremos vencidos” – foi o grito de alegria entoado pelos animais, reunidos em assembleia magna dirigida pela vaca Cornélia, o burro Bráulio, o galo Jeremias, o lobo Horácio e cavalo Veloz.
Nota final – esta fábula será enriquecida à medida que é apresentada aos diferentes grupos de alunos, que também trabalham o vocabulário (peixes e flora dos rios, “vozes” dos animais, interior versus litoral, etc) e o desenho criativo (incentivando a dinamização de exposições de peixes desenhados pelos alunos).


 

segunda-feira, 13 de março de 2017

Exposição sobre os Distritos de Portugal

O Ventoinhas foi espreitar a montagem da grande exposição, organizada pelos alunos do 3.º AS, da Escola Básica de Santo Estêvão das Galés.
Trata-se de uma exposição com informação bastante completa e diversa sobre os diversos Distritos de Portugal, enriquecida com artesanato e instrumentos musicais tradicionais das diversas regiões.
Uma exposição que está a ser ultimada, para que receba a visita de toda a comunidade.
O Ventoinhas deixa-vos aqui as primeiras imagens.

quarta-feira, 8 de março de 2017

"A beleza está nos olhos do observador"

As exposições não se medem aos palmos... É verdade! E a comprová-lo está a exposição "Observamos... paisagens", que a turma da professora Clorinda instalou na EB 1 de Santo Estêvão das Galés. A partir de um conjunto de imagens da autoria de um encarregado de educação, a turma produziu legendas desenvolvidas, resultando um painel que mostra bem o que é uma baía, um cabo, uma arriba ou falésia, uma praia, um estuário, umas dunas... Como se lê na abertura da exposição,"a beleza está nos olhos do observador" (Marshall McLuhan). A comunidade educativa está convidada!
Professor Paulo Oliveira


Descobertos 7 planetas parecidos com a Terra: "Uma notícia fantástica!"


Recentemente, uma equipa de 13 cientistas da NASA (National Aeronautics and Space Administration – Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço) anunciou a descoberta de sete novos planetas (parecidos com a Terra) e onde poderá haver água.

Para a turma do 4º ano da EB1/JI de Santo Estevâo das Galés esta notícia não passou despercebida e, em poucas horas, surgiram desenhos e breves depoimentos, de que deixamos aqui algumas passagens mais expressivas:

  • "Trata-se de uma descoberta muito positiva, tanto mais se existirem plantas e outros seres vivos nesses sete planetas" (Gabriel)
  • "Se a vida humana for possivel nesses planetas, poderão realizar-se, no futuro, viagens inter-espaciais para que alguns interessados possam visitar e talvez viver nesses "novos mundos" (Miguel)
  • "Talvez se encontrem riquezas nesses planetas..." (Denis)
  • Será que podemos viver noutro sistema solar e noutro planeta?  E haverá habitantes nesses sete planetas?" (Júlio Verne - pseudónimo)
  • "Esta é uma notícia fantástica para nós e para os astronautas e cientistas" (Rodri - pseudónimo)
  • "Como será a temperatura nesses planetas?" (Leonor)
  • "No futuro, esses planetas poderão ser destinos de férias..." (Letícia)

Nota: Segundo o "Público", é a primeira vez que se encontram tantos planetas rochosos como o nosso à volta de uma só estrela. Além disso, estão a uma distância dela que permite que a água fique líquida. Anunciada na revista Nature, a descoberta é de uma equipa internacional em que participa uma astrofísica portuguesa. Os cientistas que descobriram os tais 7 planetas parecidos com a Terra estiveram recentemente na Internet a responder às questões colocadas pelos internautas. Esclareça as suas dúvidas em: http://observador.pt/2017/02/22/13-perguntas-sobre-os-novos-planetas-respondidas-pela-nasa/


Professor Paulo Oliveira




Biblioteca comemora Dia Internacional da Mulher

Muitos alunos da EB1/JI de Santo Estêvão das Galés responderam com entusiasmo ao desafio lançado pela biblioteca "O Ventoinhas" a propósito do 8 de Março, Dia Internacional da Mulher: o objetivo é escrever uma frase com o máximo de 13 palavras sobre o significado da data. O prazo para entrega dos textos termina na sexta-feira, dia 10. Até agora, já foram recebidas 57 frases. Uma delas (do "Neptuno", pseudónimo de um aluno do 3º ano),  sintetiza o espírito da iniciativa: "Vamos estar todos juntos na defesa dos direitos das mulheres!".
Professor Paulo Oliveira


terça-feira, 7 de março de 2017

Um olhar sobre as bibliotecas itinerantes em Portugal

Alguns alunos da EB1/JI de Santo Estêvão das Galés e os professores Mário Gomes e Paulo Oliveira (Biblioteca “O Ventoinhas”) estão a organizar uma exposição subordinada ao tema “Um olhar sobre as bibliotecas itinerantes em Portugal”.
O grande destaque dessa exposição, a inaugurar em breve, vai para o Serviço de Bibliotecas Itinerantes da prestigiada Fundação Calouste Gulbenkian. O serviço foi criado em 1958, de acordo com a proposta de Branquinho da Fonseca, na sequência do projeto de “biblioteca-circulante” iniciado em 1953 no Museu-Biblioteca do Conde Castro Guimarães, em Cascais, onde na altura Branquinho da Fonseca exercia funções de conservador-bibliotecário.
O objetivo do projeto da Gulbenkian, assegurado por uma frota de viaturas (como a da foto ), era abranger todo o território nacional, incluindo Açores e Madeira. Branquinho da Fonseca pretendia “promover e desenvolver o gosto pela leitura e elevar o nível cultural dos cidadãos, assentando a sua prática no princípio do livre acesso às estantes, empréstimo domiciliário e gratuitidade do serviço.” O público a quem o serviço se dirigia era principalmente o de menor acesso à educação e cultura, habitando nas regiões mais desfavorecidas (nomeadamente nas aldeias do interior)  e estendendo-se a todas as faixas etárias. Todavia seria entre público mais jovem que teria melhor acolhimento. Depois da morte de Branquinho da Fonseca o serviço passa a ser dirigido pelo escritor António Quadros. O programa foi extinto em 2002.


segunda-feira, 6 de março de 2017

"Contos Terra a Terra": exposição de desenhos em S. Estêvão das Galés

Pode ser visitada na EB 1/JI de Santo Estêvão das Galés a exposição dos desenhos (trabalhos vencedores e menções honrosas) elaborados por alunos para ilustração do livro "Contos Terra a Terra", projeto da Câmara Municipal de Mafra e Uniões e Juntas de Freguesia do concelho, em articulação com a Rede de Bibliotecas Escolares e respetivos estabelecimentos de ensino de Mafra.
Trata-se de um projeto apontado à valorização e preservação do património imaterial local, promovendo a partilha intergeracional e o respeito pelo lugar do idoso na estrutura familiar.
O livro tem sido divulgado nas escolas do nosso Agrupamento e a referida exposição está agora patente junto à biblioteca "O Ventoínhas". Os visitantes podem apreciar expressivos desenhos da autoria de alunos oriundos de Enxara do Bispo, Gradil, Vila Franca do Rosário, Santo Isidoro, Ericeira, Encarnação, Malveira, São Miguel  de Alcainça, Igreja Nova, Cheleiros, Azueira, Sobral da Abelheira, Carvoeira, Mafra, Milharado, Venda do Pinheiro e Santo Estevâo das Galés.
 Professor Paulo Oliveira


sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

S. Estêvão das Galés: festival de sopas e desfile de mascarados


O 2.º festival de sopas (acompanhado dos tradicionais salgadinhos e algumas sobremesas) e o desfile de máscaras com a participação de todos os alunos (Jardim de Infância e 1.º Ciclo), foram os pontos altos da programação do Carnaval 2017 na EB1/JI de Santo Estêvão das Galés, que registou um excelente envolvimento de pais e encarregados de educação e que contou também com um convidado especial: o Diretor do nosso Agrupamento, Professor António Felgueiras.
No cardápio de sopas, destaque para a  "sopa do Ventoinhas", enriquecida com os melhores espinafres da zona saloia, como constataram (leia-se: provaram) muitos dos participantes, que também deixaram os seus parabéns à biblioteca da EB1/JI de Santo Estêvão das Galés.
Uma palavra ainda de reconhecimento pelo valioso trabalho solidário da Associação de Pais e Encarregados de Educação desta escola. E já agora uma nota final para a colaboração dos funcionários, a começar pela (irreconhecível) Dona Fernanda...


Professor Paulo Oliveira